De Arlindo de Sousa a 14 de Janeiro de 2011 às 14:02
14jan11
Amigo e Sr. Carlos Domingos Cuta,
Li com muito interesse a sua intervenção neste blogue sobretudo dedicado à área administrativa do Quitexe, que abrange como sabemos, para além do posto sede, Aldeia Viçosa, Vista Alegre e Cambamba.
António Augusto Ribeiro França e eu próprio, Arlindo de Sousa, fomos os dois primeiros funcionários do Posto de Aldeia Viçosa (1961). Depois também servi no Quitexe (1962-63). É pois com o maior afecto que o saúdo e encorajo a dar mais notícias suas e da nossa querida Angola e do seu povo que fraternalmente tanto estimamos; e cujo progresso e desempenho muitíssimo positivo no seio da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa acompanhamos a todo o instante com o maior interesse.
Com a maior amizade, aceite um abraço de,
Arlindo de Sousa
De calili a 14 de Janeiro de 2011 às 15:51
Caro Arlindo de Sousa
Saudações
Estou grato por poder interagir com alguém que viveu e se interessa pela terra dos meus ancestrais. Como dizia na minha primeira intervenção sou neto do Velho Cuta Muzeque e Quissanga Bunga (Senzala de Quindala/Aldeia-Viçosa) este casal é pai de: Jaime Cuta, Feliciano Cuta meu pai (ex-sanitário da tropa colonial), Francisco Cuta, Joaquim Cuta e Cardoso Mucano. Da parte materna, sou neto de Domingos Condoca (descendentes de cabo-verdianos) e de Alticia Cabalo. Este casal residiam na senzala de Aldeia. Este casal teve a primogénita que é a minha mãe; Marquinha Domingos. Depois a minha avô materna juntou-se maritalmente ao velho Campos da qual teve os seguintes Filhos: Cecília Campos, José Campos, Julieta Campos e Angelina Campos. O velho Campos com uma segunda esposa “tudo isto na senzala de Aldeia”, teve uma segunda relação do qual nasceu: Estevão Campos, N’zumba Campos e Albertina Campos. Algumas individualidades de Quitexe ainda fazem parte da minha família como são os casos de: Jorge Afonso, Francisco Canzenza ( já falecido) , velho Dambi (já falecido), Jaime Dala, Lucas Dala (já falecido). Quanto o desenvolvimento de Quitexe e comunas, não obstante estar a residir em Lubango, tenho acompanhado por intermediário de familiares e amigos que lá vivem o desenrolar dos acontecimentos, e estou em condições de informa-lo que o desenvolvimento está a decorrer com normalidade, mormente a reabilitação de estradas e infra-estruturas. È certo que muito mais deveria ser feito.
Estou aberto a satisfazer qualquer curiosidade e ansiedade relativo a noticias desta terra maravilhosa. Um abraço. Atentamente. Carlos D. Cuta
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.