Sábado, 19 de Maio de 2012

Quando pensaram em mudar o nome do Quitexe

Já o meu pai me tinha contado esta história, mas obtive, agora a confirmação.

 

No ano de 1961, em plena campanha revanchista pelas atrocidades cometidas pela UPA no 15 de março, alguns colonos decidiram que a homenagem a prestar ao Dr. Assoreira, médico, fazendeiro e homem incansável na defesa dos seus patrícios, passaria por mudar o nome da povoação do Quitexe para Pinto Assoreira.

 Dr. Assoreira no Posto do Quitexe em 61

 

O meu pai, que era muito amigo do médico, como comprovam as muitas referências que lhe fez no livro “Quitexe, uma Tragédia Anunciada”, foi um dos que mais se opôs a esta ideia.

 

Não fazia qualquer sentido alterar o nome gentílico da povoação erguida, há dezenas de anos, nas terras do dembo Quitexe. A homenagem aos grandes homens não se faz espezinhando a história e as referências etnográficas de um povo.

Ao contrário de outros locais por onde essa “onda” também passou, aqui prevaleceu o bom senso  e a povoação manteve o nome de que se orgulham todos os quitexenses.

 

No Jornal do Congo de 11 de maio de 1961 descobri esta notícia:

 

 

QUITEXE

 

A população do Quitexe que, com tanta heroicidade se tem mantido com elevado moral e espírito de sacrifício há cerca de dois meses, apesar dos martírios por que passou e das dificuldades que lhe tocam com extraordinária dureza, não esquece os seus heróis. E assim vai pedir às entidades competentes para qua à localidade seja dado o nome de Pinto Assoreira – esse transmontano valente, abnegado e dedicado de alma e coração a Angola. Mas os habitantes do Quitexe querem ir mais longe na sua gratidão: querem dar à avenida que liga a povoação ao campo de aviação o nome de Simões Dias – o tenente do B.C.3 que para aquela gente se tornou no herói que verteu o seu sangue generoso na defesa da terra.

Estamos certos que nada se oporá ao desejo da gente do Quitexe: nem mesmo a natural modéstia dos homenageados porque qualquer passo que dessem para evitá-lo seria uma ofensa para os sentimentos de gratidão daquela boa gente martirizada mas que não esquece os seus deveres cívicos.

 

publicado por Quimbanze às 11:09

link do post | comentar | favorito
|

.OUTRAS PÁGINAS

.posts recentes

. Município de Quitexe nece...

. O Nosso Bondoso Director

. Associação da União dos N...

. Governador do Uíge emposs...

. Plano Urbanístico do Quit...

. Fotografias do Quitexe - ...

. 15 de Março - "Perderam-n...

. Comentário de Victor Roma...

. Quitexe: Aumenta índice d...

. Cafeicultores do Quitexe ...

.FOTOS

.MAIS FOTOS

.arquivos

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Novembro 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.mais sobre mim

.Outubro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.pesquisar

 

.VISITAS

.ONDE ESTÃO

.No Mundo

.subscrever feeds