Quarta-feira, 1 de Maio de 2013

Equipamentos sociais instalados no Quitexe

publicado por Quimbanze às 22:36

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Lagoa do feitiço reconhecida como património cultural

Lagoa do feitiço reconhecida como património cultural

 

O projecto que pode transformar a lagoa em património cultural começa com a recolha de informações, para depois se fazer uma resenha sobre o local junto das autoridades provinciais, tendo em vista o concurso promovido pelas direcções provinciais da Cultura e do Turismo, para a sua publicitação e valorização turística.
O historiador Pedro Senas Gomes Dissungua, chefe do departamento de património cultural, defendeu que os historiadores, antropólogos e sociólogos devem agir em conjunto, para que os trabalhos de investigação sobre os factos que deram origem à Lagoa do Feitiço e outros locais e monumentos históricos da província, decorram da melhor maneira possível e os resultados preconizados sejam alcançados.

O bairro Ngungo Indua

No local onde hoje está a Lagoa do Feitiço existia um bairro, o Ngungo Indua, que submergiu em consequência de uma chuva miÚda que caiu sobre a localidade. Segundo os mais velhos, o fenómeno ocorreu há muitos séculos, antes mesmo da chegada dos portugueses ao Reino do Congo.
O sito é envolvido por um silêncio quase absoluto e a sua paisagem é muito atractiva. O acesso é livre, mas é preciso observar determinados rituais. As autoridades tradicionais despejam vinho, champanhe, maruvo e refrigerantes na água e pronunciam algumas palavras. “São dirigidas aos espíritos que habitam na lagoa”.
A chuva, segundo contam, tinha sido prevista por um homem que tinha chegado à aldeia com muitas chagas no corpo e foi desprezado pelos aldeões. Foi acolhido por duas crianças e apenas a estas ele pediu que abandonassem a aldeia, pois ela ia desaparecer sob uma nuvem negra.

Os rituais e a sua importância

Contam os mais velhos da zona que um fazendeiro português, ignorando as recomendações dos nativos, violou as regras vigentes no local e uma desgraça abateu-se sobre a sua família. Passou a haver muitas mortes e o fazendeiro, que se chamava José Dinis, começou a tratar o lugar por Lagoa do Feitiço.
Desde então, passou a ser obrigatório realizar os rituais que até hoje são observados para se ter acesso ao local. A comida e a bebida que lá é posta serve para pedir perdão às sereias, por todo o mal que os antepassados da aldeia fizeram, de forma a evitar novas desgraças.
Hoje, já se pode beber a água da lagoa e tomar banho nela. Mas só os nativos de Dambi à Ngola estão autorizados a tocar nela sem autorização. Se um estranho tocar na água sem autorização dos mais velhos da aldeia, pode desaparecer misteriosamente.

publicado por Quimbanze às 22:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

PLANOS URBANÍSTICOS DA DAMBA E QUITEXE

Programa permite construção de casas sociais e desenvolver projecto de autoconstrução dirigida

 Governo Provincial está preocupado em cumprir as orientações superiores relacionadas com a requalificação das cidades e vilas

As vilas municipais da Damba e Dange Quitexe, na província do Uíge, vão ganhar, nos próximos tempos, uma nova imagem, assim que forem implementados os planos de expansão e urbanização das referidas parcelas territoriais.

Os referidos planos foram apresentados sexta-feira por técnicos da direcção provincial do Urbanismo e Construção e da empresa Soapro às autoridades da Damba e Dange Quitexe.

O programa sobre o planeamento e ordenamento do território, organização e construção de habitações nas cidades, vilas municipais e comunais é levado a cabo pelo Executivo, com vista ao melhoramento daquelas regiões.

O director provincial do Urbanismo e Construção do Uíge, Seluyeki Manuel, disse que o programa vai dar origem a casas sociais e a programas de autoconstrução dirigida a nível dos referidos municípios.

O trabalho final sobre o plano urbanístico da vila do Quitexe, município do Dange , prevê a colocação de vários arruamentos que permitem melhorar as condições de habitabilidade das populações, direccionar o programa de autoconstrução dirigida e outros investimentos ligados à construção de residências.

Neste momento, disse que o município do Quitexe dispõe já de instrumentos que permitem que sejam implementados projectos habitacionais sem quaisquer constrangimentos. O plano de urbanização do município de Quitexe foi produzido em três volumes. O primeiro sobre o regulamento que compreende as peças fundamentais do projecto, apresentando os documentos que orientam a implementação do plano, o loteamento de terrenos para a construção das residências e o afastamento das mesmas em relação às ruas.

O segundo volume mostra o ordenamento de todas as peças desenhadas no espaço público do projecto urbanístico, com o quadro sinóptico de todos os lotes apresentados. O loteamento de terrenos aparece exposto com maior clareza no terceiro volume do plano urbanístico do município, apontou o responsável.

 

 

Plano orientador

 

O administrador municipal do Dange-Quitexe, Salvador Lindo Bernardo Cuhema, disse que a empreitada vai servir de plano orientador para a construção de habitações em benefício das populações locais, no geral, e da juventude, em particular. Disse que o Governo Provincial do Uíge está preocupado em cumprir com as orientações superiores nos domínios dos programas de reestruturação e requalificação das cidades e vilas, daí ter estado a trabalhar na elaboração de planos urbanísticos e directores, bem como nos perfis de todos os municípios.

Estas acções, ressaltou o responsável, levam a província a acompanhar uma cadência paralela com aquilo que está a ser feito noutras localidades e provinciais do país. O director provincial do Urbanismo e Construção Seluyeki Manuel afirmou que o plano urbanístico do município da Damba dispõe de elementos necessários, em termos de infra-estruturas, que permitem a administração local gerir melhor o crescimento daquela parcela do Uíge.

As acções vão permitir que se melhore a gestão da extensão da rede de águas, instalação de energia e a construção de sistemas de drenagem, para facilitar a implementação de futuros investimentos naquela localidade municipal.

Seluyeki Manuel avançou que, na Damba, os munícipes já podem solicitar, na administração municipal local, lotes de terrenos para a autoconstrução dirigida dentro da reserva fundiária do Estado, com cerca de 120 hectares.

 

Zonas indicadas

 

Com base nesse instrumento e de acordo com as percentagens feitas na zona indicada como pública, a administração poderá gerir os espaços que tem e atender as solicitações de acordo com o plano urbanístico feito, respeitando os arruamentos e os esquemas que visam manter a organização especial da zona, explicou.

Garantiu que as principais dificuldades que as populações locais enfrentam no que tange à urbanização do município, como os problemas do cemitério municipal, ravinas e a linha de alta tensão de energia eléctrica, foram revistos pelo consultor durante a elaboração do plano urbanístico.

publicado por Quimbanze às 08:45

link do post | comentar | favorito
|

.OUTRAS PÁGINAS

.posts recentes

. Batalhão de Caçadores 3 e...

. Município de Quitexe nece...

. O Nosso Bondoso Director

. Associação da União dos N...

. Governador do Uíge emposs...

. Plano Urbanístico do Quit...

. Fotografias do Quitexe - ...

. 15 de Março - "Perderam-n...

. Comentário de Victor Roma...

. Quitexe: Aumenta índice d...

.FOTOS

.MAIS FOTOS

.arquivos

. Junho 2017

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Novembro 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.mais sobre mim

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.VISITAS

.ONDE ESTÃO

.No Mundo

.subscrever feeds